Banner Rádio Hebrom
22 de Jan de 2018
renan-calheiros-nao-se-reelegera-diz-vidente

Sarah Zaad diz que é preciso equilíbrio e cautela para superar a crise econômica e moral

Por: Igor
26 de Dez de 2017
125

Final de ano é sempre aquela correria. Algumas pessoas comemoram as conquistas, outras choram suas perdas e alguns acreditam que dias melhores virão. Como 2018 bate à porta, a positividade toma conta de cada um e os planos, metas e outras perspectivas vem à tona. Recorrer a vidente e cartomante para saber das previsões de como será o futuro é prática comum para diversas pessoas. E para deixar seu público mais informado sobre o que vai acontecer em Alagoas, no Brasil e no mundo, o EXTRA recorreu à taróloga Sarah Zaad, que consultou as cartas e revelou dados nada animadores para o novo ano. No entanto, coisas positivas também estão por vir, foi o que garantiu a vidente. 

Para Alagoas, a cigana de etnia, cartomante conhecida mundialmente por ser pioneira em terapias Holística no Brasil e previsões acertadas, não tem boas notícias para 2018. Na verdade “será o ano da lei e da ordem”. A previsão é de um estado limpo e sem manipulação dos poderes. Em se tratando de eleições para governador, Sarah vê o surgimento de outro nome na disputa, além de Renan Filho e Rui Palmeira. Segundo ela, o atual governador “vai usar de meios ilícitos para tentar ganhar as eleições com compra de votos”. Já o prefeito de Maceió “será envolvido em escândalos tramados que dificultará a eleição”.

Ainda sobre política, a cartomante afirmou que Renan Calheiros (o pai) vai ter problemas com a Justiça, inclusive não conseguirá se reeleger. “Novas acusações não darão chance à reeleição”.  A previsão é que o Estado será alvo de uma eleição fraudulenta, com crimes graves eleitorais. “Será o começo do fim das fraudes na compra de votos e troca de favores”. O ano de 2018 será de revolta do povo alagoano e as previsões negativas vão além. Haverá uma grande crise econômica com falência de usinas e grandes nomes da economia no estado. Tem ainda morte de usineiro, problemas com caixa 2 e muitas contas descobertas em paraísos fiscais. “Em Alagoas muita coisa irá mudar, tanto na economia como em todas as áreas será feita uma limpeza de nomes conhecidos, onde novos empresários começaram a ser os maiorais no estado acabando com um ciclo vicioso de roubos e mau uso do dinheiro público”. Esta mudança também afetará a política, bancos envolvidos em empréstimos fraudulentos, pagamento de propinas e mais um alagoano estará na mira da Polícia Federal. Falando em renovação, “alguns nomes conhecidos no estado irão desencarnar, estes de causa natural”.

Apesar de tantas previsões negativas para o estado, Sarah Zaad manda recado para os alagoanos. “Não tenham receio das mudanças, somente com elas todos terão mais dignidade e orgulho do próprio estado”.

 

Jornal Extra de Alagoas


commentários

Create Account



Log In Your Account