Banner Rádio Hebrom
22 de Jan de 2018
secretario-de-sao-jose-do-campestre-rn-e-morto-a-tiros-dentro-de-veiculo-em-que-estava-com-sua-mae-prefeita-do-municipio-que-nao-se-feriu

Crime aconteceu no início da tarde deste sábado (23). Estado sofre com redução de policiamento nas ruas por falta de salários.

Por: Igor
23 de Dez de 2017
171

Homens armados cercaram o carro da prefeita de São José do Campestre, na região Agreste potiguar, e mataram o filho dela a tiros. Alan John Romão Soares, de 36 anos, era secretário municipal de Finanças e Tributação. Alda Romão (PSD) estava no carro, mas não foi ferida. Ninguém foi preso e ainda não se sabe a motivação do crime. O município completa 69 anos de emancipação política justamente neste sábado (23).

Secretário de São José do Campestre, RN é morto á tiros dentro de veiculo em que estava com sua mãe, prefeita do município que não se feriu

O RN sofre com a falta de policiamento ostensivo nas ruas. Aquartelados desde a terça (19), praças e oficiais protestam contra a falta de salários. Somente na Grande Natal, mais de 250 crimes foram registrados nestes últimos dias.
Policiais que atenderam a ocorrência após o crime disseram que a prefeita e o filho estavam em visitação a um bairro para a entrega de um calçamento. Foi quando os assassinos, encapuzados, se aproximaram e cercaram o carro.
 

Festa cancelada
 
A inauguração da rua fazia parte das celebrações de emancipação política de São José do Campestre. Neste sábado, faz 69 anos que o município se desmembrou de Nova Cruz. Após o homicídio, os festejos foram cancelados.
 

Insegurança
 
Em Taipu, cidade distante 60 quilômetros de Natal, o desembargador aposentado Osvaldo Soares da Cruz, ex-presidente do Tribunal de Justiça do estado, foi vítima de um assalto seguido de sequestro relâmpagona madrugada deste sábado (23).

á em Mossoró, segunda maior cidade do estado, quatro pessoas foram assassinadas e uma criança de 1 ano e 11 meses baleada e socorrida ao hospital. Os crimes aconteceram entre a noite da sexta (22) e madrugada deste sábado (23). Na cidade, apenas 30% do efetivo está nas ruas.

Secretário de São José do Campestre, RN é morto á tiros dentro de veiculo em que estava com sua mãe, prefeita do município que não se feriu

RN sem PM
 
O RN vem sofrendo com a falta de policiamento militar nas ruas desde a terça (19). Além de exigir o pagamento em dia dos salários, os PMs também dizem que só deixam os batalhões com viaturas, materiais de proteção e armas em condições adequadas de uso. Por isso, alegam que não estão em greve, mas realizando uma operação chamada 'Segurança com Segurança'.

Agentes, escrivães e delegados da Polícia Civil se uniram ao protesto e estão trabalhando em escala de plantão. Isso significa que desde o início do movimento apenas as delegacias de plantão e as regionais estão funcionando. Agentes penitenciários estão em greve, o que impede a realização de visitas e banhos de sol nos presídios do estado.

Secretário de São José do Campestre, RN é morto á tiros dentro de veiculo em que estava com sua mãe, prefeita do município que não se feriu

Desde o início da paralisação, o comércio de rua na capital vem registrando vários casos de arrastões, arrombamentos e saques. Além disso, houve um pico de roubos de veículos entre quarta-feira e quinta-feira: 36 casos foram registrados, contra uma média de 20.
Neste ano, o estado registrou mais de 2,4 mil homicídios – o maior número da história.
 

Paralisação contestada
 
O governo do estado tentou, na Justiça, obrigar os policiais a voltarem ao trabalho nas ruas, alegando que a paralisação é uma greve disfarçada. Mas, até o momento, não teve sucesso. Na quinta (21), o desembargador Dilermano Motta, do TJ, negou pedido feito pela Procuradoria-Geral do Estado para suspender a paralisação feita pelas polícias Civil e Militar.
Nesta sexta (22), o governo fez um novo pedido para que o TJ considerasse ilegal a paralisação dos policias, fato que foi novamente negado.
 

Ajuda financeira
 
Para pôr em folha em dia, o governo estadual tenta uma ajuda financeira de R$ 600 milhões junto ao governo federal. O Ministério Público de Contas da União, no entanto, recomenda que o dinheiro não seja liberado, pois este tipo de socorro seria inconstitucional.
 

Salários e 13º
 
Na quinta (21), o governo pagou os salários de novembro dos servidores que ganham até R$ 2 mil, e na sexta (22) depositou o dinheiro de quem recebe até R$ 3 mil. Já quem ganha acima disso, deve receber somente na próxima semana, dia 29 de dezembro, que é quando o governo promete concluir a folha de novembro.

O 13º salário, ainda de acordo com o governador Robinson Faria, só deve ser pago no dia 10 de janeiro. Já a folha de dezembro, só deve ser concluída no dia 30 de janeiro de 2018.

 

G1 RN


commentários

Create Account



Log In Your Account